Deprecated: strpos(): Passing null to parameter #1 ($haystack) of type string is deprecated in /home/u459596069/domains/sitioaborigene.com.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/loop-builder/module.php on line 204
Sementes Crioulas – Vida, Cultura e Resistência – Sitio Aborigene – Agricultura Regenerativa Ecoturismo Hospedagem Agrofloresta Apicultura Meliponicultura Fungicultura

Sementes Crioulas – Vida, Cultura e Resistência

As Sementes Crioulas são sementes tradicionais, ou seja, elas foram mantidas e selecionadas por várias décadas através dos agricultores tradicionais (agricultura familiar). Estas sementes guardam em si a riqueza natural das nossas terras e, por isto, devem ser preservadas e disseminadas.

“Preservar para Conhecer e Conhecer para Preservar”

No princípio as sementes eram diversas e esta diversidade servia de alimentos sadios e ricos em nutrientes para saciar a fome da humanidade. Ainda hoje há uma grande diversidade, mas muitos tipos já se perderam. As sementes são fontes de vida, origem e o sustento da vida. Delas nascem e por elas continua a vida de todos os seres vivos.

Todo o trabalho de resgate e preservação das sementes crioulas requer muita perseverança. Cabe lutar por um controle coletivo das sementes, construir mecanismos efetivos de soberania alimentar, partilhar informações e articular resistências. A transformação virá no tempo certo, pois a boa semente que cai em terra boa dá bons frutos.

Muitos camponeses e camponesas cuidam de guardar as sementes crioulas em casa, para o próximo plantio. Na colheita, selecionam as melhores sementes para a reprodução. Contudo, além do armazenamento em casa, uma experiência muito importante são as Casas de Sementes, espaços construídos por comunidades camponesas para o armazenamento de sementes crioulas. Ali, são selecionadas, armazenadas e bem cuidadas, para que não falte a semente na hora certa. As Casas de Sementes também são espaços de articulação e formação das comunidades, onde se discutem a agroecologia, a convivência coma terra, os males do uso de agrotóxicos, a história das sementes e a importância do resgate e conservação das sementes crioulas.

> no último ano (2016) participamos de vários encontros de agroecologia, nos quais podemos arrecadar muitas sementes crioulas

> agora (2017) já estamos com uma boa quantidade de sementes colhidas, variedades de milho, feijão, arroz e muitas outras

> além de continuar plantando estas sementes, estamos trabalhando aos poucos com a comunidade local, fazendo visitas e repassando sementes aos camponeses, em muitos casos eles também preservam algum tipo de semente crioula então efetuamos trocas enquanto se mateia muito conversamos sobre a importância da preservação destas sementes

> estamos aprendendo formas de armazenar corretamente cada variedade, quando colher, em que recepiente etc

> as sementes disponíveis no sitio não são vendidas, elas são trocadas/compartilhadas/doadas com a promessa de serem multiplicadas e repassadas

“Semente Crioula: cuidar, multiplicar, e partilhar!”

0